Jogo da memória

Este Jogo da memória sobre Jacarenema foi idealizado e desenvolvido pelo biólogo, fotógrafo e mestre em Multimeios André Alves, com o patrocínio da Lei de Incentivo Cultural de Vila Velha e o apoio da Rodosol, Gráfica Kroma e Mandacaru.

As fotografias retratam o Parque Natural Municipal de Jacarenema, localizado na Barra do Jucu, município de Vila Velha, Espírito Santo, Brasil. Representa diferentes ecossistemas presentes na Mata Atlântica tais como: vegetação rupestre, alagado e restinga. O encontro do rio Jucu com o Oceano Atlântico propicia também o surgimento do manguezal.

Apesar de todo o potencial biológico e ecológico desse parque, a sua diversidade de espécies e toda a sua exuberância e beleza, ele está seriamente ameaçado: o Plano Diretor Municipal – PDU de Vila Velha foi alterado pelos vereadores de forma inconstitucional, ou seja: ilegal. A alteração libera a construção de prédios na área de amortecimento do Parque Natural Municipal de Jacarenema, o que é proibido por Lei Federal, pois não houve nenhuma audiência pública para que fosse oportunizada a participação popular nesse processo.

Segundo uma matéria publicada pelo Jornal A Gazeta, no dia 16 de setembro de 2011, na página 04, o Ministério Público Estadual entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), pedindo a suspensão da legislação que foi alterada sem a participação da sociedade.

Diminuir a área de um Parque Municipal para atender ao interesse de construtoras e da especulação imobiliária é, além de ilegal, uma ignorância. Será que esses vereadores não pensam nas futuras gerações? O que leva essas criaturas a pensarem que estão acima da Lei e que podem diminuir a área de um Parque sem ouvir a sociedade e os movimentos organizados que levaram mais de 20 anos para criar esta unidade de conservação? Será que os netos deles não gostariam de ver na paisagem algo além de paredões de prédios que fazem sombra durante a maior parte da tarde atualmente na Praia da Costa?

Foto aérea do Parque Natural Municipal de Jacarenema

A Mata Atlântica estendia-se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, expandindo-se até a Argentina. No Brasil, cobria uma faixa superior a 3 000 km, hoje está reduzida a pequenos fragmentos de mata, que representam menos de 10% de sua cobertura original. Essa floresta, que se desenvolve predominantemente nas planícies litorâneas e nas encostas das montanhas próximas ao Oceano Atlântico, também ocupa várias regiões interioranas distantes do litoral. Jacarenema está dentro do domínio da Mata Atlântica: a restinga, a vegetação rupestre, os alagados e o manguezal fazer parte desse importante bioma.

Casal de marrecas-ananaí, Amazonetta brasiliensis

A marreca-pé-vermelho (Amazonetta brasiliensis) é uma espécie de marreca encontrada em grande parte da América do Sul. Tais aves chegam a medir até 40 cm de comprimento, com espelho alar variando entre negro, verde e azul-brilhante, duas manchas claras na face, garganta branca e pescoço posterior negro. Na espécie, machos diferenciam-se das fêmeas pela presença bicos e pés vermelhos, uma vez que nas fêmeas eles são azulados. Também são conhecidos pelos nomes de ananaí, marreca-ananaí, marreca-assobiadeira, marreca-assoviadeira, marreca-dos-pés-encarnados, marreca-espelho e pé-vermelho.
Texto: Wikipédia.

Fêmea do caranguejo Ucides cordatus
O caranguejo do mangue, Ucides cordatus, é um crustáceo semi-terrestre, conhecido em alguns estados brasileiros como caranguejo-uçá. Apresenta grande valor comercial.
Habita exclusivamente o manguezal, ocorrendo em toda extensão deste ecossistema ao longo do litoral brasileiro.
Vive em ambientes lamosos, em áreas de águas salobras. Constrói galerias individuais com profundidades variáveis.
Alimenta-se principalmente de folhas de árvores do mangue que acumula dentro da toca.
Fonte: Kit de slide do Projeto Caranguejo: http://conexaomanguezal.blogspot.com/2011/08/material-didatico.html

Garça-boiadeira, Bubulcus íbis

A Garça-vaqueira, Bubulcus íbis, também conhecida como garça-carrapateira, trata-se de uma espécie recém-chegada ao continente americano, vinda da África. No continente africano está sempre associada às manadas dos grandes herbívoros, apanhando gafanhotos e outros insetos espantados pelo deslocamento dos animais na savana. Atravessou o Atlântico há pelo menos 100 anos, com registros iniciais na região do Caribe. Espalhou-se rapidamente pelo continente e hoje ocupa todas as áreas abertas onde o gado esteja presente, ajudando a controlar gafanhotos e cigarrinhas nas pastagens. Em 1965 foi registrada pela primeira vez no Brasil, na Ilha de Marajó.
Também conhecida como garça-boiadeira, garça-boieira, cunacoi e cupara. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gar%C3%A7a-vaqueira

Morro da Concha, Barra do Jucu, ES, Brasil

Morro Da Concha
Composição: Renato Casanova

Lá em cima, tudo pode acontecer
se você está sozinho alguém pode aparecer
quanto mais alto, mais longe pode enxergar
todo mundo lá em baixo querendo me “sacanear”
olha, os fiéis estão chegando pra rezar
mas é em baixo da cruz que o bicho pode pegar
tem urubu trocando idéia com calango
você fica de bobeira, nosso tempo vai passando
vem cá pro morro, vem pra cá você também
vem cá pro morro, vem sentir o que faz bem
o sol esquenta e já tá tudo ocupado
tem surfista, tem turista pulando pra todo lado
achei estranho, mas eu não fiz comentário
essa fumaça aí na frente, o morro vai desabar
de bicicleta, asa delta ou como for
tomando água de coco, se escondendo do calor
curtindo o rock, reggae e congo de norte a sul
isto é o morro da concha, isto é Barra do Jucu..

Fonte: http://www.morrodomoreno.com.br/materias/barra-do-jucu.html

A Mata Atlântica estendia-se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, expandindo-se até a Argentina. No Brasil, cobria uma faixa superior a 3 000 km, hoje está reduzida a pequenos fragmentos de mata, que representam menos de 10% de sua cobertura original. Essa floresta, que se desenvolve predominantemente nas planícies litorâneas e nas encostas das montanhas próximas ao Oceano Atlântico, também ocupa várias regiões interioranas distantes do litoral. Jacarenema está dentro do domínio da Mata Atlântica: a restinga, a vegetação rupestre, os alagados e o manguezal fazer parte desse importante bioma.

Foto aérea do Parque Natural Municipal de Jacarenema

Anúncios

Hello world!

Welcome to WordPress.com. After you read this, you should delete and write your own post, with a new title above. Or hit Add New on the left (of the admin dashboard) to start a fresh post.

Here are some suggestions for your first post.

  1. You can find new ideas for what to blog about by reading the Daily Post.
  2. Add PressThis to your browser. It creates a new blog post for you about any interesting  page you read on the web.
  3. Make some changes to this page, and then hit preview on the right. You can always preview any post or edit it before you share it to the world.